Perseverança na saúde mental

Perseverança na saúde mental. Algo que poderia aliviar nosso fardo é que a vida parece injusta, não pedimos para nascer em uma família disfuncional! Não emitimos qualquer opinião quanto aos maus tratos e as injustiças que sofremos! Não escolhemos a nossa predisposição para as compulsões. Entretanto, somos responsabilizados por coisas que nem mesmo podemos controlar. Com isso parece difícil voltar a encontrar em nossa recuperação o que pode restaurar a nossa sanidade.

Importância da perseverança na saúde mental

Existe uma boa explicação que satisfará o nosso coração e a nossa mente. Entretanto, tal resposta somente será encontrada por quem estiver disposto a passar pela dor e pela injustiça da vida. A isto chamamos de perseverança na saúde mental.
Nosso orgulho pode impedir que alcancemos o que necessitamos. É possível que em nossa família constantemente fomos ignorados e desapontados. Talvez as nossas necessidades quase nunca foram supridas. Talvez a reação de alguns de nós tenha sido de ser autossuficientes.
Decidimos nunca pedir ajuda a ninguém. De fato, lutaríamos para nunca mais precisar da ajuda de ninguém! Este tipo de orgulho nascido da dor pode nos impedir de evoluir na vida e na nossa recuperação.

Abandonar o orgulho da autossuficiência

Temos que chegar ao ponto de abandonar nossa autossuficiência orgulhosa; temos de estar dispostos a pedir ajuda. E não podemos pedir ajuda somente uma vez e achar que está resolvido. Devemos ser persistentes e pedir várias vezes, conforme as necessidades apareçam.
Às vezes, sentimo-nos preparados para desistir da luta. Tentamos perseverar, só para cair uma vez mais. Damos dois passos para frente e então damos um tropeção e voltamos para trás. Sentimo-nos condenados e tememos que todos desistam de nós. Em determinados momentos são tantas dificuldades, tantos assuntos com o que temos de nos esforçar, tantos hábitos de nossas vidas que temos que mudar, que começamos a sentir como se estivéssemos ficando loucos. .

Reconhecer que preciso de ajuda, ter boa vontade para perseverar e acreditar que sou merecedor de uma vida digna são fatores que irão me tirar do fundo do Poço. Uma coisa que precisamos saber é que a recuperação é um processo que dura toda a vida, e outra é perseverar quando os obstáculos e os problemas bloqueiam o nosso caminho. Não seremos tão exigentes em ficar perfeitos de uma hora para outra (a palavra perfeita é muito pesada), o importante é não repetir e continuar cometendo os mesmos erros.

O Instituto Leonardo Russo é especializado no tratamento de transtornos mentais e dependências químicas e uso e abuso de álcool. Entre em contato agora e saiba como podemos ajudar. Visite nossa página no Facebook !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *